Rede de Controle da Gestão Pública promove curso para combate à corrupção e à lavagem de dinheiro

combate a corrupção 2 copyCom o objetivo de trocar experiências, metodologias e conhecimentos, com discussões sobre o sistema nacional de combate à lavagem de dinheiro, a cooperação jurídica internacional e recuperação de ativos instrumentais de combate ao crime, a Secretaria Nacional de Justiça (SNJ), em parceria com a Rede de Controle da Gestão Pública da Bahia, por intermédio do Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI), promove o curso de Capacitação e Treinamento para o Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro (PNLD). A ação acontece no período de 07 a 10 de maio, no auditório Afonso Garcia Tinoco, na sede do Ministério Público da Bahia, localizada no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador.

Os agentes públicos interessados em participar, em especial, delegados, agentes de Polícia, membros do Ministério Público, magistrados, advogados da União, defensores públicos, analistas e auditores da Controladoria Geral da União (CGU), do Tribunal de Contas da União (TCU) e da Receita Federal do Brasil (RFB), podem se inscrever até o dia 30 de abril. Estão disponíveis dez vagas para o Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), preferencialmente, para magistrados da área criminal. Faça aqui sua inscrição!

Participantes e palestrantes do curso terão a oportunidade de debater pautas relevantes ao controle externo, a exemplo da atuação do Banco Central, da Inteligência financeira, o combate à corrupção em licitações e contratos públicos, a prevenção à corrupção, a colaboração premiada, a improbidade administrativa, a tipologia de ilícitos, a prevenção à fraude documental, as técnicas de investigação financeira, especiais, além de casos práticos.

O PNLD visa explorar as iniciativas contra lavagem de dinheiro e corrupção de modo integrado e racional, criando uma comunidade de aprendizagem para prevenção e combate a esses crimes, sem limite de espaço físico, geográfico e temporal, caracterizada por ser flexível, interconectada, colaborativa e complementar.

Matéria produzida pela Assessoria de Comunicação do TJBA e editada pela Assessoria de Comunicação do TCE/BA.